terça-feira, 11 de dezembro de 2007

9 dias depois...


Aos 23 anos parte um dos melhores bateristas que já agraciou a cena death-metal.
Witold "Vitek" Kieltyka deixa-nos devido a um acidente de autocarro durante a Tour dos Decapitated na Rússia, tendo o vocalista Adrian "Covan" Kowanek também sofrido ferimentos graves, encontrando-se de momento em recuperação

23 não é uma idade para se morrer, ainda existia mais para ouvir dele, da sua criação!
Nem sei o que dizer, é demasiado triste para mim, foi uma banda que cresceu comigo, que esteve lá desde do início da minha paixão pelo metal extremo.

E soube só hoje, 9 dias depois...

requiescat in pace, Vitek!

2 comentários:

O Raposo, the foxman disse...

Na verdade já soube diso à bastante tempo. E isso de morrer cedo levanta outra questão... live fast and die young como diziam os antigos do Rock?
Bem, na minha opinião... he sure lived fast.

Mas, claro, é sempre triste perder um grande valor do metal. E mesmo que ele não o fosse, uma morte é sempre algo de a lamentar.

AnCaLaGoN disse...

Only the great die young.

A verdade é que só mesmo os grandes morrem cedo, ele era grande, deixou uma pequena amostra do que poderia ser uma grandiosa obra... e depois desapareceu. Mais um para a eternidade... pelas piores razões.